Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]




DOLCE AMORE MIO
O blogue de uma Portuguesa em Itália ✈️







Buongiorno, principessa!
✈️

DOLCE AMORE MIO

O blogue de uma Portuguesa em Itália ✈️

22
Ago18

Bolonha | A Torre degli Asinelli

As duas torres de Bolonha são símbolo da cidade, assim consideradas tanto por locais como por visitantes. Não passam despercebidas a ninguém, principalmente porque a Torre degli Asinelli é considerada a maior torre medieval inclinada do mundo. Com uma inclinação de 1.3º, foi construida entre 1109 e 1119 e tem uma altura de 97,2 metros. Para chegar ao topo e ter uma vista panorâmica incrível sobre a cidade é preciso subir 489 degraus. Já a torre mais pequena, Torre della Garisenda, foi construida entre 1109 e 1110 tem apenas 48 metros de altura. 

 

1.jpg 2.jpg

 As duas torres vistas da entrada da Torre degli Asinelli e a vista para a Piazza Maggiore que se tem do topo da Torre degli Asinelli.

 

A Torre degli Asinelli tem este nome provavelmente por causa de Gherardo Asinelli, patriarca de uma das famílias mais proeminentes de Bolonha. Todavia, existem algumas lendas à volta desta torre e deste nome...

 

Asinelli não é só o sobrenome desta família... mas de um animal em particular muito associado à... burrice. Sim, a tradução literal de asinelli é burros e diz-se quem subir à torre antes de acabar os estudos, nunca mais os terminará (a primeira vez que estive em Bolonha foi em 2016... mas só acabei a licenciatura em 2017, pelo que só este ano subi à torre... nada de arriscar!). 

 

3.jpg 4.jpg

A vista panorâmica sobre a cidade vermelha é incrivel! O sacrifício da subida vale muito a pena! O bilhete custa 5€e 3€ reduzido (reduzido para menores de 12 anos e maiores de 65, estudantes universitários e grupos com mais de 12 pessoas).

 

Outra lenda bastante conhecida é a do agricultor que trabalhava com dois ou três burritos. Um dia, enquanto estavam no campo, os burros começaram a escavar a terra fervorosamente. Encantado com a dedicação dos burros, o agricultor foi ver o que eles estavam a fazer. Foi quando descobriu uma caixa cheia de moedas de ouro e prata! O agricultor não disse nada e manteve o seu tesouro para si, partilhando-o discretamente com a sua mulher. Todavia, o seu filho, um homem de grande cultura, apaixonou-se por uma donzela de família rica. O pai da filha, sabendo as origens humildes do rapaz, riu-se na cara dele e disse-lhe que lhe daria a mão da sua filha se ele construisse a torre mais alta da cidade. Vendo a infelicidade do filho, o agricultor decide partilhar com o ele o segredo do tesouro encontrado e dá-lhe o dinheiro necessário para que ele construa a torre, sendo que a única imposição é que a torre se chamasse Tore degli Asinelli, em homenagem aos burros que encontraram o tesouro. 

 

5.jpg

 Vista para a Catedral de São Petrónio, a igreja principal de Bolonha.

 

Subir à Torre degli Asinelli foi um dos feitos mais incríveis que fiz na minha vida, pelo menos, assim pareceu na altura. O calor húmido e sufocante da planície com o calor normal de Agosto fizeram desta missão uma coisa extraordinária. Subir todos aqueles degraus naquelas escadas de madeira íngremes que parecem que vão ceder a qualquer instante (vá, estou a dramatizar um bocadinho... mas quando vês que estão 100 pessoas a subir as escadas e sentes tudo a tremelicar, as vozes das pessoas cansadas, pessoas que param a meio para ganhar o fôlego... não é para todos!). Mas foi uma experiência inigualável e a vista merece todo o sacrifício. Dica: não leves pesos (mochilas ou malas), leva uns sapatos confortáveis e uma garrafinha de água na mão. Mesmo que não seja Verão... vais precisar!

 

Para mim, Bolonha é uma cidade incrível e com muitas histórias interessantes. Já ouviram falar dos Sete Segredos de Bolonha? Eu já encontrei seis, só já falta um... 

10
Mai18

Sendo Fit até San Luca

32089646_10211939502946199_2951254569486647296_n.j

A vista a meio do caminho. Vêm quantos arcos são?

 

Este foi o fim-de-semana em que fiz check a um dos pontos da minha lista de Bolonha: visitar o Mosteiro de San Luca. Este é um dos sítios mais emblemáticos de Bolonha, ainda que não se encontre no centro histórico da cidade, e é um dos sitios must a visitar. Mas por que demorei sete meses para o visitar? Só agora tive coragem para o fazer...  

 

32079203_10211939502306183_6226976231510769664_n.j

 

3.3km debaixo de 666 arcos 

Porquê? Porque são 3.3 km entre a Porta Saragozza e o Santuário da Nossa Senhora de San Luca! Todavia, o caminho é incrível: faz-se todo debaixo de um único pórtico, constituído por 666 arcos! 

 

Os primeiros 306 arcos são entre a Porta Saragozza e o Arco del Meloncello, enquanto que os últimos 360 são aqueles situados entre o trecho montanhoso que liga o Meloncello à colina da Guardia. Durante a travessia destes últimos, é possível apreciar 15 capelas que ilustram o Mistério do Rosário. Além disso, todo o percurso é candidato a ser património mundial da UNESCO. 

 

32105121_10211939495346009_4143122356497285120_n.j

 

O Mosteiro de San Luca

A construção deste santuário bolonhês começou em 1194 e foi finalizado em 1765 e é uma meta para muitos peregrinos devotos à imagem da Virgem Maria.

 

A Lenda de San Luca 

A lenda conta que um eremita grego entrou na Igreja de Santa Sofia em Constantinopla e encontrou a uma estátua da Virgem Maria. Emocionado, começou a rezar a esta imagem da Nossa Senhora, quando se apercebe da inscrição que a acompanhava: "Este é um trabalho feito por S.Luca que deve ser levado até ao Monte da Guardia e lá se deve construir uma igreja e meter esta estátua honrosamente em cima do altar". O eremita grego perguntou aos sacerdotes da igreja porque é que aquela estátua não estava onde devia estar, ao que estes lhe responderam: "Nunca ninguém encontrou o Monte da Guardia". Este eremita então fez de missão de vida encontrar o Monte da Guardia e devolver a Virgem Maria onde pertencia. Foi só quando chegou a Roma e conheceu um bolonhês que descobriu onde ficava este monte, onde depois deixou a estátua e onde começaram a construir o que hoje conhecemos como Santuário de San Luca. 

 

31960594_10211939499466112_5246798852714921984_n.j

A vista sobre a cidade (vermelha, a sua característica predominante) 

32073473_10211939499986125_2787528028161310720_n.j

 A vista sobre a pianura 

 

Devo confessar que a minha parte preferida deste dia foi o caminhar debaixo dos pórticos e ver a quantidade de pessoas que por ali passavam, pelos diversos motivos: devotos em peregrinação, turistas de câmara fotográfica ao peito e atletas que percorriam todo o caminho a alta velocidade. Depois, chegar ao topo e ter como "recompensa" as paisagens (as fotografias não conseguem fazer jus) e aquele santuário incrível, fez deste dia e deste sitio uma coisa muito, muito especial.

Pesquisar

Sobre mim

foto do autor

O Dolce Amore Mio nasceu da vontade de partilhar a minha experiência enquanto voluntária europeia (SVE) em Itália. No entretanto, arranjei espaço para outros temas, como cozinhar e viajar.


Viaja comigo por aqui ✈

dolceamoremioblog instagram.png twitter.png helenaduque@sapo.pt

 

O Meu Livro


Sobre o Livro | Comprar

Roteiro

mm.png

Roteiro em Florença

 

Tell Me What You Love

Adorava saber qual é a tua opinião sobre este blogue e se tens um tema que preferes ler! Seja viagens em Itália, diferenças entre Portugal e Itália, publicações sobre a cultura italiana, ou dicas sobre lifestyle todo o tipo de sugestões são bem-vindas! Diz-me o que adoras ler e viaja comigo ✈

Mensagens

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me